10 tipos diferentes de açúcar e seus usos


O açúcar refinado é o mais comum, presente na maioria dos açucareiros das mesas dos brasileiros. Mas certamente você já topou com os outros tipos de açúcares no mercado. Na lista, é possível encontrar o cristal, o de confeiteiro, o mascavo, o light , o orgânico... A diferença entre eles está no processo de produção, que interfere na sua cor, textura, quantidade de vitaminas, minerais e teor calórico, e também na sua forma de utilização. Confira! 


Açúcar impalpável : Refinado, pulverizado e adicionado de amido de arroz ou de milho ou fosfato de cálcio para evitar que fique empedrado e frio. Seus cristais são imperceptíveis. É usado para polvilhar pães e bolos ou preparar glacês e coberturas. Não suporta umidade. Semelhante a talco de bebê !

Açúcar de confeiteiro : Mais homogêneo e com grãos superfinos, é indicado para o preparo de chantilly, coberturas e glacês. Trata-se de um açúcar bem fininho.Assim como o impalpável, é usado em glacês, suspiros e decorações, mas não tem o mesmo desempenho, pois, por mais fino que seja, ainda apresenta grânulos na textura do produto final.

Açúcar cristal : Em seu processo de fabricação ele passa por menos etapas e, por isso, é composto por cristais grandes, transparentes ou levemente amarelados. Possui praticamente as mesmas propriedades do açúcar refinado (veja abaixo). É indicado principalmente para o preparo de compotas e geleias, deixando-as com a aparência brilhante e apetitosa. Também pode ser usado para adoçar bebidas e preparar bolos e sobremesas.

Açúcar refinado : Tipo de açúcar adquirido a partir da purificação do açúcar cristal. A porção mais fina é separada para a obtenção do açúcar de confeiteiro e o restante é o açúcar refinado. Este é o tipo mais comum e fácil de encontrar nos supermercados e é composto por grãos finos e irregulares, que se dissolvem facilmente em bebidas e outras preparações. Pode ser usado em todos os tipos de receitas, de bolos a tortas e pudins, com moderação.

Açúcar refinado granulado : possui a maior concentração de pureza 99,8% (sacarose) e tem como característica não interferir no sabor dos produtos. Apresenta elevado brilho, destacando acabamentos em produtos especiais.É ideal para o preparo de caldas, doces vidrados e quindins com maior transparência e brilho, por conta de seus cristais mais grossos. Seus grãos maiores também são indicados para polvilhar pães e roscas

Açúcar light : É feito a partir de uma mistura de açúcar tradicional e sucralose (o único adoçante derivado da cana-de-açúcar). E, como a sucralose aumenta muito o poder de adoçamento do açúcar, possibilita o uso de apenas metade da quantidade habitual. Porém, como o produto também contém sacarose (açúcar comum), não deve ser consumido por diabéticos. Pode ser usado no preparo de qualquer receita, mas em quantidades menores, já que seu poder de adoçar é superior!

Açúcar mascavo : É escuro, úmido e tem o sabor acentuado, pois é extraído após o cozimento do caldo de cana. Por não passar pelo processo de refinamento, a qualidade nutricional do açúcar mascavo é melhor em relação à do açúcar refinado. Ele apresenta minerais que não estão presentes na versão refinada. Pode ser utilizado no preparo de bolos e tortas.

Açúcar demerara : Tipo de açúcar cristal de coloração caramelo e levemente mais úmido devido ao elevado teor de melaço de cana que envolve os cristais. Esse melaço proporciona um sabor mais acentuado ao adoçar bebidas e preparar receitas.

Açúcar orgânico : O diferencial deste tipo de açúcar é que a cana empregada em sua fabricação é cultivada sem fertilizantes químicos. Além disso, o açúcar orgânico utiliza processos apoiados na sustentabilidade, desde o plantio até a etapa final. Suas características nutricionais se assemelham às do açúcar mascavo, ou seja, ele apresenta uma quantidade maior de minerais em relação ao açúcar refinado.

Açúcar vanille : este tipo de açúcar tem um leve sabor de baunilha. É o tipo de açúcar perfeito para preparar biscoitinhos caseiros e bolos simples. Porém, pode ser difícil encontrar este ingrediente em algumas regiões do país.